Páginas

UNBOXING: LIVROS COMPRADOS NA BLACK FRIDAY 2017


Olá pessoal, hoje eu trago para vocês um post super especial: Um unboxing das minhas comprinhas de livros da black friday em um formato novo, em vídeo :)!
Eu sei que muitos de vocês sempre me mandam no direct lá do instagram me pedindo para criar um canal, e que grande parte de vocês preferem as publicações em formato de vídeo, então, resolvi criar o nosso canal e esse é apenas o primeiro vídeo de muitos que eu pretendo trazer para vocês.


Espero que vocês gostem do vídeo e que já se inscrevam no canal e deixem um like para ajudar na divulgação, pois como estamos no comecinho do canal, isso é super importante. Ah, e em breve eu vou trazer a resenha de cada livro mostrado no vídeo para vocês, então, fica ligadinho aqui no blog e no nosso perfil do instagram.



                                                                                                         Beijos e até o próximo post!  💙

Imitando Fotos TUMBLR Com Livros

Olá pessoal, hoje trago para vocês um post bem diferente. Resolvi entrar na nova moda de imitar fotos tumblr e escolhi três fotos que tinham a temática de livros para copiar, ou melhor, tentar. Espero que vocês gostem desse estilo de postagem e que gostem do resultado das fotos J

 Foto #1 

Bom, a primeira foto que escolhi é essa onde a menina está com um livro no rosto. Logo percebi que a minha versão da foto não ficaria idêntica por vários motivos: eu não tinha um cenário parecido, nem um livro parecido, nem a roupa e o meu coque com a fita não deu muito certo.
Então, escolhi uma parede aqui de casa que tinha um tom mais ou menos parecido com o da foto original, apostei em um coque normal, um vestido com uma estampa que eu acho muito bonita e, eu deduzi que o livro da menina da foto era do gênero de fantasia, então resolvi escolher a edição de Peter Pan da Editora parceira Martin Claret para fazer a foto. E o resultado foi esse:


Foto #2

A segunda foto que eu encontrei no tumblr foi essa de uma menina segurando alguns livros em frente a um jardim, a foto é toda em tons pasteis e nessa eu também tive um pouco de dificuldade para executar, pois, eu não tenho um vestido liso na cor rosa, os livros usados na foto são mais antigos e eu não tenho nada parecido com isso, e o cenário do jardim eu também não tenho aqui em casa.
E mais uma vez apelei para a criatividade e usei o que eu tinha aqui em casa: usei um vestido com ilustrações do Tim Burton que eu recebi da Toda Frida, escolhi alguns livros de fantasia para combinar com o tema “Tim Burton” e encontrei um arbusto aqui em casa para servir como fundo, e o resultado foi esse:


Foto #3 

 A última foto que imitei foi a que, em minha opinião, ficou mais fiel a original. A foto era simples de fazer por ter um cenário de fundo branco (usei um cobertor), o vestido que era no tom de cinza, que eu não tinha, troquei por um short cinza que eu tenho, meias cinzas; e alguns livros para compor o cenário, admito que isso foi o mais difícil de escolher porque eu tentei ao máximo seguir as cores e tamanhos da foto original.
Como tirei todas essas fotos sozinhas, a minha versão acabou ficando mais próxima, enquanto a foto original é com um cenário mais amplo. Mas mesmo assim eu gostei muito do resultado, que ficou assim:

Eu gostei muito do processo de criação desse post, e espero que vocês também tenham gostado. O mais legal não é fazer fotos 100% fieis, mas sim, brincar com os tons e acessórios que você tem em casa J

5 Motivos Para Assistir a Segunda Temporada de Stranger Things

Olá, pessoal! Hoje eu trago para vocês um post com alguns motivos pelo qual você deveria assistir a 2 temporada de Stranger Things. Espero que gostem!


A 2 temporada de Stranger Things estreou no Brasil na sexta-feira dia (27/10) e desde já tem sido um assunto muito popular nas redes sociais. Entretanto, enquanto navegava pelo Twitter, acabei lendo algumas críticas super negativas sobre a segunda temporada de sites, acreditem, super renomados. O meu conselho para você é: Assistam e tirem as suas próprias conclusões. 
Perguntei no instagram: ( @LeitoresViajantes ) se vocês queriam um post aqui no blog, e como a maioria votou sim, vamos aos motivos. 

1- Referências: Desde a primeira temporada a série arrasa nas referências a grandes clássicos do cinema e conta com uma trilha sonora incrível. Nos dois últimos episódios da segunda temporada ficou bem claro para mim (e eu não vi isso em lugar nenhum, apenas estou tirando as minhas próprias conclusões) uma referência enorme à franquia de “Exorcismo”. Foi uma cena incrível que vale a pena ser assistida centenas de vezes. 

2- Atuação: No post que fiz aqui no blog ano passado sobre a primeira temporada (Clique aqui), havia comentado da atuação do elenco mirim, e na nova temporada as crianças dão um show de atuação e carisma novamente. Em suma, todos os personagens representaram seu papel muito bem, cada um com a sua importância para a construção do enredo, e até o Steve, que não era um personagem que eu amava na primeira temporada, conseguiu me agradar em todas as suas cenas. 

3- Muita ação: A maioria do pessoal que assiste séries frequentemente preferem episódios com muita ação ou que tenham acontecimentos importantes, né?! Na nova temporada cada episódio é repleto de cenas de ação e muitos assuntos que haviam ficado pendentes da primeira temporada são esclarecidos durante a segunda. Então, enquanto você assiste não pode se distrair por muito tempo senão acaba perdendo algum ponto importante da história. 

4- Novos personagens: Na segunda temporada temos novos personagens e novas histórias que acabam se envolvendo com a trama principal, e movimentando ainda mais o enredo.
PS: Espero que a Mad Max continue nas próximas temporadas! <3 

5- Você não consegue parar de maratonar: Iniciei a segunda temporada na sexta e terminei de assistir no sábado. São “apenas” 9 episódios de mais ou menos 1 hora cada, porém, os episódios são tão emocionantes e a curiosidade é tão grande que você nem vê o tempo passar. 

Espero que esse post tenha intrigado você a assistir a nova temprada de Stranger Things ou quem sabe, iniciar a série. Esse post não é publi, mas sim algumas dicas de uma boa amiga que se apaixonou por esse universo da série e quer mais do Mundo Invertido pra ontem!

Nota para a temporada:  

Resenha: O Menino Múltiplo

Autora: Andrée Chedid
Editora: Martin Claret
N° de Páginas: 267
Nota:




Sinopse: Filho de pai muçulmano egípcio e mãe católica libanesa, Omar – Jo carrega suas origens no nome. Durante a guerra do Líbano, em 1987, o menino encontra um destino cruel quando um carro-bomba leva seus pais e seu braço. O menino de doze anos é enviado pelo avô a Paris. E é lá que ocorre o encontro do Oriente com o Ocidente, do menino-duplo com as luzes, as cores, os sons e os movimentos do Carrossel de Maxime, um senhor rabugento e proprietário da atração que, pouco a pouco, reencontra com o menino, então múltiplo, a alegria de viver. Alteridade, amor e tolerância fazem parte do enredo.


Opinião: Quando recebi o livro “O Menino Múltiplo” da Editora Martin Claret, me apaixonei pela edição, mas não sabia que iria me apaixonar pelo seu enredo, pelos seus personagens e por toda a obra em si. A autora, Andrée Chedid, foi poeta, romancista, novelistas e dramaturga. Nascida no Egito, juntou diferentes culturas em sua obra para mostrar que a união e o amor entre povos é sim possível.
A obra tem uma narrativa fácil, leve e muito prazerosa de ser lida. Os personagens são encantadores cada um a sua maneira. Maxime, que era um senhor que largou a sua vida monotoma para investir em seu sonho de ter um carrossel nas ruas de Paris, encontra Omar-Jo, que mesmo sendo tão novo, já possui uma grande maturidade e uma personalidade forte e alegre, que ensina a Maxime o valor da amizade.
É um livro lindo de ser lido, com muitas lições para serem aprendidas, e repleto das mais diferentes emoções, basta aceitá-las e senti-las.


Quotes favoritas:
“Naquela, as ilhotas em ruínas se multiplicam, árvores desenraizadas apodrecem no fundo de crateras, paredes são crivadas de balas, carros detonam, prédios desmoronam. Em todas as partes daquela cidade esmigalhada, os humanos quase não valem mais nada!”

“..É só você simpatizar com os desconhecidos que você os trata como amigos, cheios de intimidade, como se tivessem sua idade!
– Por que perder tempo, Maxime? Ela é curta, a vida.”

Resenha: O Terceiro Testamento

Autor: Christopher Galt
Editora: Jangada
N° de Páginas: 414
Nota:


“A coisa mais fácil do mundo é enganar os sentidos e induzir a mente a aceitar como verdade o que é falso.” 


Sinopse: 
O mundo parece estar enlouquecendo. Em toda parte, as pessoas começam a ter visões. Um adolescente francês assiste Joana D'Arc ser queimada na fogueira e até tenta tirar uma foto com o celular. Uma garota chinesa se vê diante de um animal pré-histórico. Um rapaz do litoral norte europeu testemunha o desembarque dos vikings. E a presidente dos Estados Unidos tem visões de seus antecessores da Casa Branca.
Ninguém sabe se essas misteriosas aparições são uma espécie de alucinação coletiva, uma doença virótica causada por bioterrorismo ou um prenúncio do que, segundo algumas religiões, ocorrerá antes do Apocalipse: o Arrebatamento, quando Jesus vem buscar os escolhidos antes da batalha final entre as forças do Bem e do Mal.
Com o tempo as visões se tornam cada vez mais reais, vivas, apocalípticas. Ocorrem suicídios em massa em várias partes do mundo. Algumas pessoas se voltam desesperadamente para a religião. Cientistas buscam uma explicação racional.
O psiquiatra e neurocientista John Macbeth, à frente de um projeto para criar uma inteligência artificial autônoma, busca freneticamente uma resposta. Com uma equipe de cientistas e agentes do FBI, ele se empenha para descobrir o que está acontecendo antes que seja tarde demais. E descobre que a verdade por trás de tudo pode mudar os rumos da humanidade para sempre. E até custar a sua vida.
Uma história eletrizante que o fará questionar a sua perspectiva da realidade. E até mesmo a sua sanidade...


Opinião: 
Esse é um daqueles livros que você precisa de tempo para ler, algo que eu não tenho esse ano, então tive que reler várias partes e acabei demorando quase três meses para finalizar a leitura.  Meu conselho para você que se interessou pelo livro e pretende lê-lo é: Leia com atenção cada capítulo, cada frase para absorver tudo que está acontecendo no enredo, pois tem muitos narradores e diversos cenários envolvidos na história.
Tirando o fato da narrativa ser tão maçante, eu simplesmente amei o livro. Às vezes me sentia dentro de um filme de ficção científica, e por ser acadêmica de Biomedicina, que é um curso bem voltado pra área de pesquisa e ciência, me vi ainda mais encantada pelo enredo.
A ciência e a religião são temas que são abordados durante todo o desenrolar da história, em meio ao caos que se instalou na população, muitos depositam sua esperança na religião ou nos pesquisadores, e alguns grupos até apelam para a violência pelo conflito de ideias que se tornou mais evidente no meio ao caos.
O livro é surpreendente e em vários momentos me lembrou da série Black Mirror, será que vamos viver nesse mundo utópico?! Basta ler para tirar suas próprias conclusões.